domingo, 18 de junho de 2017

Notas suicidas #1 (ou eu tenho humor peculiar)

19:52 e eu ainda decidindo internamente se vale a pena ou não levar essa vida a frente.
da tanto trabalho: vestir-se de gente todas as manhãs pra sair de casa.
morrer um pouco mais do que o tolerável nos domingos a noite.
li em algum lugar que a taxa de morte nos domingos a noite são sempre maiores do que o resto da semana: seja por infarto já que você comeu demais aquela feijoada na casa dos parente.
seja por que você olhou pro abismo, encarou a mediocridade de ser um humano num domingo de noite e resolveu acabar com tudo.
bem, eu quase sempre quero acabar com tudo quando passo por algum stress do qual não tenho controle, ou seja, não posso resolver a situação.
outro dia tive esse ímpeto depois de ficar por mais de 40 minutos no atendimento de uma criança (pois ela tinha medo e mais chorava do que me deixava fazer um simples molde dentário).
enfim, eu achei um momento perfeito. propício.
atravessar a rua do meu trabalho, bem na frente de um ônibus.
toda de branco.
falando assim eu até dou boas gargalhadas...parece filme do almodóvar.
mas no final, o cinema realmente é um pastiche dessa vida que levamos.
cada um a sua maneira.


pós escrito: para meus queridos leitores (e poucos rs). não se assustem com o conteúdo pesado e biográfico. aprendi que corro mais riscos quando silencio meus monstros e faço o jogo do contente.

pós escrito #2: isso tb foi dica da terapia. vocês deviam tentar.

2 comentários:

  1. tamos na mesma vibe. meu joelho dói

    ResponderExcluir
  2. E sabe o que é mais engraçado: a criancinha nem ia se coçar de ter te matado de tabela. rs

    ResponderExcluir